Simples

Um dia conversei com um passarinho. Na verdade eu falei. Ele cantou canções de amor quando eu dizia palavras doces. Procurava um bom lugar para seu ninho porém se distraiu fácil. Difícil é isso acontecer, passarinho se distrair. Mas ele parou. Parou e me olhou. Virou a cabeça uma, duas vezes e piou. Então comecei a cantar, “lá lá lá lá lá” e as vezes “hmmmhmhm” e mais duas ou três viradas de cabeça. Calei-me e o observei. Ele enxergava além de mim. Aí que ele voltou a agir e procurar o melhor galho de uma árvore alta e me deixou sozinha, no plano da mata, sem ter com quem dizer “oi” ou cantarolar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s